Branding: o que é e porque é fundamental para o engajamento do seu negócio

Oioi! Muito tempo sem escrever, mas minha cabeça está fervilhando de ideias de temas incríveis que, inclusive vão ser republicados no Linkedin, então peço sua ajuda com essa nova rede, você pode acompanhar o meu perfil nesse LINK.



O tema de hoje, motivado, obviamente pelo rebranding da minha empresa, é esse que pra mim é o primeiro passo para a consolidação de uma empresa engajada, e pasme: a maioria das empresas não faz direito.


Esse é um dos motivos pelo qual eu desenvolvi a consultoria de arquitetura comercial, e todos os nossos clientes passam por ela antes do projeto, e nela, uma das coisas que nós avaliamos é exatamente o branding da empresa, ou acabamos criando ou dando orientações quando ele não existe ou não há consciência sobre ele.


Voltando, o que é branding:


Branding é tudo o que traduz para o mundo o que a sua empresa é, o que ela faz, quais as filosofias dela, é o que gera uma primeira impressão e é o que facilita a identificação dela no mundo, por exemplo:


⁃ Nome

⁃ Logomarca

⁃ Cores

⁃ Fontes

⁃ Voz e tom (Estilo de fala / escrita)

⁃ Missão, visão, valores

⁃ Propósito


Você provavelmente já ouviu falar de todos, ou pelo menos de alguns deles né?


Agora vou explicar o porque eles são importantes te explicando o meu rebranding (ou seja, o momento em que eu refiz completamente todo esse material, que foi agora!).


Quando eu criei a minha marca, eu não era nem formada, e eu achava que ia me especializar em projetos residenciais de alto padrão (nada a ver né?), por isso, eu solicitei ao meu designer uma logo sofisticada, refinada, elegante e feminina, que casaria com esse público alvo e nicho.



O tempo foi passando, fui conhecendo outras áreas, descobri que detestava residencial de alto padrão, e acabei me encontrando nos projetos comerciais instagramáveis com foco em projetos criativos e experiência do cliente! Que é o que amo apaixonadamente fazer e lidar!


Mas esse processo de amadurecimento e principalmente autoconhecimento demorou 3 anos para se consolidar, e agora que eu criei consciência sobre isso, percebi que a minha logo e a identidade da minha marca estavam confundindo o meu cliente, porque não éramos mais aquela empresa!


Não éramos mais a empresa de arquitetura residencial de alto padrão, não faziamos mais projetos sofisticados, refinados e femininos! Então por que eu usava uma logo, cores etc que diziam isso? Que passavam essa impressão?



Exatamente: não faz sentido! E é isso que precisamos estar sempre avaliando: nossa identidade, nosso branding, está de fato traduzindo a essência da nossa marca? Está comunicando corretamente quem somos e com quem queremos falar? Ou estamos confundindo o nosso cliente? Ou estamos atraindo o público errado?


Ainda vamos voltar nesse assunto de forma mais específica, falando sobre fontes, cores e formas, mas antes precisava colocar essa pulga atrás da sua orelha para que você refletisse!


Se gostou desse texto deixe seu like, comente e compartilhe com amigos que vai me ajudar muito! E se quiser receber todos os meus textos, assine nossa newsletter cadastrando o seu e-mail!


Até mais!

Renata.

  • Whatsapp
  • Instagram - White Circle
  • Pinterest - Círculo Branco